Saltar para o conteúdo principal

Ética na Vida Pública

1.ª Edição

Estratégias e Gestão Prática

1.ª Edição início :Final de outubro

Propinas:€2000

Créditos:60

Candidaturas :12 de abril a 30 de setembro de 2021

Coordenação

Coordenação Científica

Cristina Montalvão Sarmento
Cristina Montalvão Sarmento

Cristina Montalvão Sarmento

Professora Associada do ISCSP-ULisboa
Coordenadora do Observatório Político

Coordenação Executiva

Patrícia Oliveira
Patrícia Oliveira

Patrícia Oliveira

Vice-coordenadora do Observatório Político

Objetivos

Em resultado da parceria entre o Observatório Político (OP) e o Observatório de Economia e Gestão de Fraude (OBEGEF), esta Pós-Graduação fornece uma formação avançada sobre os desafios, práticas e argumentos éticos aplicados à vida pública, em particular às instituições políticas e sociais. O contexto da pandemia COVID-19 veio reforçar a necessidade de reflexão sobre as estratégias e desafios da ética numa perspetiva aplicada. Os conteúdos formativos do curso contribuem para o aprofundamento da boa gestão pública e para o desenvolvimento de estratégias de prevenção da fraude e da corrupção, tal como recomendado pelo Conselho de Prevenção da Corrupção.

Esta Pós-Graduação tem como objetivo contribuir para a formação teórica e reflexão sobre ética e fundamentar a análise de contextos práticos, quer na atividade política e na administração pública, quer na economia e na gestão de recursos. Identificar os elementos, contextos e fatores explicativos que caracterizam o problema da corrupção e da fraude. Analisar ainda as várias estratégias e instrumentos de prevenção e controlo para o incentivo à implementação de boas práticas de conduta ética ao nível social, empresarial e político.

O programa visa a promoção e desenvolvimento de culturas organizacionais, em que a cidadania, a liberdade, a justiça, a igualdade e a segurança estejam presentes e permitam aprofundar a consciência ética, nomeadamente quando em exercício efetivo do poder na vida pública.

Destinatários

Esta Pós-Graduação destina-se ao público interessado em desenvolver e aprofundar competências de análise, avaliação e decisão em contextos altamente complexos, nomeadamente a políticos, dirigentes e técnicos superiores da administração pública, gestores, juristas, jornalistas, entre outros.

Este website usa cookies para otimizar a sua navegação.Ler mais Concordar