Saltar para o conteúdo principal

Relações Internacionais

21 novembro 2018

Duração 2 Anos

Coordenação

António de Sousa Lara
António de Sousa Lara

António de Sousa Lara

Professor(a) Catedrático(a)

Piso 3 - Gabinete 69
Teresa de Almeida e Silva
Teresa de Almeida e Silva

Teresa de Almeida e Silva

Professor(a) Associado(a)

Piso 3 - Gabinete 89

Objetivos

  • Aposta no desenvolvimento de competências
    Este objetivo corresponde à configuração nuclear do Processo de Bolonha, quando elege a passagem de um paradigma de ensino baseado na transmissão de conhecimentos para um paradigma baseado na aquisição de competências de natureza genérica e específica. Este objetivo leva a colocar o aluno no centro do processo de aprendizagem, orientando-o para a investigação, análise critica, exposição oral, domínio de técnicas de expressão, tendo em vista o reforço de competências de forma a facilitar a sua intervenção na escolha da sua carreira profissional, o que, se constitui elemento importante durante o I ciclo, assume-se como ponto fulcral do II. Sendo certo, todavia, que este objectivo apenas pode ser alcançado satisfatoriamente com a conclusão de uma das várias especializações apresentadas para o final do Mestrado.
  • Reforço da preparação teórica e prática dos alunos
    Este objetivo traduz a necessidade de garantir uma sólida formação teórica e prática no domínio das Relações Internacionais, aliada à preocupação de estimular os percursos de auto-aprendizagem tutelados pelos docentes das respectivas unidades curriculares. Daí que o plano de estudos se estruture em três perfis de formação complementares: a formação geral e introdutória, partindo de um nível de generalidade universitária para o da especialidade; as sinergias decorrentes das ferramentas teóricas multidisciplinares e a vertente das Relações Internacionais apontadas para a aplicação da ciência aos casos concretos da conjuntura. No seu todo, o novo alinhamento do ciclo de estudos visa fornecer um leque de ferramentas científicas exigidas à reunião de competências exigidas ao desempenho de atividades profissionais associadas a esta área disciplinar. Associado a este objeto, é de salientar ainda a preocupação estratégica em reforçar a posição do ISCSP-ULisboa na formação avançada em Relações Internacionais, matriz da Instituição há decénios, bem como o de manter o lugar de topo que este Mestrado hoje ocupa, quer em termos absolutos no ranking interno da própria Escola, quer em termos relativos, no contexto da sua especialidade no da Universidade Pública Portuguesa.
  • Ajustamento dos métodos pedagógicos
    Este objetivo associa-se diretamente à mudança do paradigma de ensino, facto que obriga a equacionar a relação do professor com o aluno, tanto no quadro mais amplo da vida académica, como no quadro da função de docência. Este objetivo está presente no novo ciclo de estudos através da determinação em orientar os padrões de docência para os objetivos do Processo de Bolonha, reforçando nomeadamente a relação de tutoria, essencial no domínio do II ciclo de estudos em relações Internacionais.
Este website usa cookies para otimizar a sua navegação.Ler mais Concordar