Saltar para o conteúdo principal

MPA - Administração Pública

21 novembro 2018

O MPA - Mestrado em Administração Pública pretende constituir-se como uma oferta acrescida do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas num domínio científico que desencadeou a sua génese, que marcou o seu desenvolvimento, e que tem contribuído decisivamente para a sua afirmação. Através do MPA, o ISCSP-ULisboa irá ministrar conhecimentos e desenvolver competências essenciais ao desempenho de funções na Administração Pública.

O MPA destina-se a todos os que desejam melhorar as suas competências e desenvolver os seus conhecimentos sobre a Administração Pública. Quem tiver o grau de licenciado poderá candidatar-se, independentemente da área científica de formação.

O curso de segundo ciclo MPA organiza-se num primeiro ano comum, devendo, posteriormente, os alunos escolher qual a especialidade em que pretendem prosseguir estudos:

  • Administração Pública;
  • Administração da Saúde;
  • Administração da Justiça (disponível apenas para os candidatos admitidos em 2018/2019).

As aulas decorrerão à 6.ª feira, entre as 14h e as 21h, e ao sábado, entre as 9h e as 13h.


Este 2.º ciclo de estudos destina-se a desenvolver e a propiciar aos licenciados, nomeadamente, as seguintes competências:

  • Habilitar formandos para desempenharem funções de gestão em 3 sectores específicos da Administração Pública, como dirigentes máximos ou chefias intermédias;
  • Facultar aos alunos o enquadramento básico da ciência da administração enquanto ciência aplicada à Administração Pública;
  • Fornecer aos alunos os modelos e processos de gestão actuais, numa perspetiva de administração pública comparada;
  • Desenvolver nos formandos competências no domínio da liderança que lhes permitam acompanhar e gerir os processos de mudança em curso;
  • Qualificar os alunos com informações ao nível do saber mais, saber fazer e saber ser, cruciais para enfrentar os desafios da nova gestão pública;
  • Desenvolver a capacidade de recolher, organizar e analisar criticamente informação, por vezes complexa e contraditória, e de comunicar os resultados do seu trabalho autónomo a especialistas e não especialistas, de forma rigorosa e clara, em contexto nacional e internacional;
  • Capacidade para compreender e aplicar os conhecimentos adquiridos na resolução de situações novas e não familiares, em contextos alargados e multidisciplinares.

Duração 2 Anos

Coordenação

João Ricardo Catarino
João Ricardo Catarino

João Ricardo Catarino

Professor(a) Catedrático(a)

Piso 3 - Gabinete 76
Ricardo Ramos Pinto
Ricardo Ramos Pinto

Ricardo Ramos Pinto

Professor(a) Associado(a)

Piso 3 - Gabinete 44

Objetivos

Este 2.º ciclo de estudos visa ainda, em termos gerais, permitir e constituir a base de desenvolvimentos originais, incluindo contextos de investigação na área da Administração Pública, nos seus diferentes sectores de especialização.

  • Para o efeito, pretende-se que o estudante atinja os seguintes objetivos:
    Desenvolver capacidades para integrar conhecimentos, lidar com questões complexas, desenvolver soluções ou emitir juízos em situação de informação limitada;
    Desenvolver competências de auto-aprendizagem que lhes permitam uma aprendizagem ao longo da vida, com elevado grau de autonomia;
    Desenvolver a capacidade de recolher, organizar e analisar criticamente informação, por vezes complexa e contraditória, e de comunicar os resultados do seu trabalho autónomo a especialistas e não especialistas, de forma rigorosa e clara, em contexto nacional e internacional;
    Desempenhar funções de gestão em toda a Administração Pública, com vista a melhorar o funcionamento da mesma, adoptando novos métodos e novas estratégias de liderança.
  • Objetivos específicos
    Para além dos objetivos genéricos atrás enunciados, este plano de estudos visa qualificar especificamente os seus diplomados para trabalhar com elevados níveis de desempenho, com vista a atingirem os seguintes objetivos específicos do Mestrado:
    Fornecer aos formandos, numa perspetiva aplicada, o enquadramento teórico da ciência da administração;
    Transmitir aos alunos, numa perspetiva comparada, os modelos e processos de gestão que correspondam às melhores práticas do sector;
    Permitir que os alunos, através de estudos de caso, compreendam os novos desafios que a ética coloca aos dirigentes da Administração Pública.
Este website usa cookies para otimizar a sua navegação.Ler mais Concordar