Saltar para o conteúdo principal

Plano Curricular e Corpo Docente

Coordenação

Coordenação Científica

Fátima Amante
Fátima Amante

Fátima Amante

Professora Associada do ISCSP-ULisboa
Investigadora Integrada do CAPP-ISCSP

Coordenação Executiva

Tânia Ganito
Tânia Ganito

Tânia Ganito

Professora Auxiliar do ISCSP-ULisboa.

Em colaboração com:

Governança Global e Ação Humanitária

Faz uma breve abordagem do sistema político internacional e centra-se no papel dos diferentes players nos conflitos, operações de paz e ação humanitária. A governança global e a diplomacia multilateral são analisadas como formas de despistar tensões e negociar consensos para intervenções humanitárias em situações de emergência complexa de que são exemplos recentes os casos da Síria e da Ucrânia.

Daniela Nascimento
Daniela Nascimento

Daniela Nascimento

Professora Auxiliar na Faculdade de Economia, Universidade de Coimbra

Fundamentos da Ação Humanitária

Oferece uma visão geral do estado da arte da ação humanitária e dos debates sobre ajuda humanitária e ao desenvolvimento. Avalia a arquitetura da ação humanitária e sua evolução no tempo. Introduz os conceitos chave e os princípios básicos da ação humanitária, os quadros legal, institucional e político, as principais formas de resposta humanitária, os atores e suas políticas e estratégias.

Francisca Saraiva
Francisca Saraiva

Francisca Saraiva

Professora Auxiliar do ISCSP-ULisboa.

Emergência e Proteção Civil

Descreve o contexto internacional da proteção civil, seus atores, instrumentos e papel na ajuda humanitária, com particular foco nas estruturas da UE e Portugal. Oferece abordagens e ferramentas de análise de ameaças, vulnerabilidades, riscos e impactes, de gestão do ciclo da catástrofe e de planeamento por cenários das respostas a situações de emergência. Visitas a unidades operacionais.

Ana Freitas
Ana Freitas

Ana Freitas

Técnica Especialista na área das Relações Internacionais – Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil.

Cultura, Desastre e Humanitarismo

Avalia criticamente as dinâmicas interculturais e as relações de poder que sustentam o humanitarismo e a ação humanitária, analisando através de lentes antropológicas a realidade humanitária local, do desastre, da rotura da ordem social e das respostas e estratégias de coping e de adaptação a crises e mudanças violentas, bem como o “humanitário” como novo paradigma das relações entre culturas.

Tânia Ganito
Tânia Ganito

Tânia Ganito

Professora Auxiliar do ISCSP-ULisboa.

Trabalho Humanitário e Trauma

Foca no reforço das competências na gestão de recursos humanos locais e expatriados em contextos operacionais difíceis e complexos. Analisa questões de liderança, gestão de equipas e de stress, incluindo os impactes do afastamento do ambiente social e familiar, da adaptação cultural, da (in)segurança e das experiências traumáticas.

Susana Gouveia
Susana Gouveia

Susana Gouveia

Psicóloga e Coordenadora da Unidade de Acolhimento de Emergência da Cruz Vermelha Portuguesa

Segurança Humana e Voluntariado

A integração em missões humanitárias internacionais implica entender a realidade do terreno e os desafios inerentes a aceitar essa posição, que vão desde a vivência em equipa, a relação com parceiros, beneficiários e autoridades locais e a gestão de medos, expetativas e frustrações. O processo de voluntariado internacional inicia-se com a escolha e decisão de partir e termina muito depois do fim de missão e da reintegração na vida quotidiana do nosso país. Esta unidade curricular aborda estas questões e ainda a importância da segurança em missão e das medidas que devem ser tomadas para evitar riscos maiores do próprio voluntário, da equipa que integra, da organização que representa e dos beneficiários.

Tânia Barbosa
Tânia Barbosa

Tânia Barbosa

Diretora do Departamento Internacional da Assistência Médica Internacional (AMI).

Migração Forçada, Asilo e Refugiados

Aborda a migração forçada como fenómeno global que coloca desafios únicos à ação humanitária, com foco na complexidade e multidimensionalidade dos campos de refugiados e outras categorias de deslocados pós-catástrofe. Introduz conceitos, instrumentos legais, políticos e práticos, dilemas morais e debates sobre a assistência humanitária, proteção e soluções para as populações deslocadas.

Mónica Farinha
Mónica Farinha

Mónica Farinha

Presidente do Conselho Português para os Refugiados

Gestão do Ciclo do Projeto Humanitário

Introduz conceitos, ferramentas e documentos operacionais estandardizados usados ao longo da vida de uma operação humanitária. Desenvolve competências práticas de planeamento, acompanhamento e avaliação do ciclo de projeto humanitário, incluindo o suporte político, aspetos financeiros, tecnológicos, logísticos, ambientais, socioculturais e de género e a capacidade institucional e de gestão.

Ângela Pedroso
Ângela Pedroso

Ângela Pedroso

Coordenadora de Projetos Internacionais na Assistência Médica Internacional (AMI)

Medicina e Saúde Pública na Ação Humanitária

Providencia um entendimento sobre a mitigação dos impactes das catástrofes nos direitos humanos e na saúde através de intervenções médicas. Proporciona ferramentas de gestão de emergências sanitárias, de análise dos sistemas locais de saúde, de vigilância epidemiológica e de estratégias para a recuperação do sistema sanitário local e estabelecimento do bem-estar das populações.

Abílio Antunes
Abílio Antunes

Abílio Antunes

Médico nos Médicos do Mundo

Comunicação e Marketing no Setor Humanitário

No contexto cada vez mais diverso e complexo das crises humanitárias torna-se crucial diversificar as estratégias de comunicação pública no sector humanitário. Esta unidade curricular pretende explorar as diversas plataformas e estratégias de comunicação e de marketing usadas pelas organizações humanitárias, e o modo como estas estratégias incorporam os princípios que regulam os códigos de conduta deste sector. Pretende-se, também, fornecer ferramentas de aplicação prática no que respeita à construção de planos de comunicação (adequados ao público-alvo, tipologia e áreas de atuação das organizações) e de campanhas de advocacia e de angariação de fundos.

Tiago Cruz
Tiago Cruz

Tiago Cruz

Diretor Criativo da ACNE Lisboa, Publicitário

Este website usa cookies para otimizar a sua navegação.Ler mais Concordar