Saltar para o conteúdo principal

Plano Curricular e Corpo Docente

Coordenação

Helena Marujo
Helena Marujo

Helena Marujo

Professora Associada do ISCSP-ULisboa;
Coordenadora da Cátedra UNESCO de Educação para a Paz Global Sustentável;
Coordenadora-adjunta da Unidade de Coordenação de Gestão de Recursos Humanos;
Coordenadora de Mestrados e Doutoramentos de Políticas de Desenvolvimento dos Recursos Humanos;
Membro do Council of Advisors da International Positive Psychology Association.

Introdução à Psicologia Positiva

  • Conhecimentos introdutórios sobre o domínio científico da Psicologia Positiva. Definições, bases filosóficas, raízes, pilares, impactos e desenvolvimento. Abordagem aos principais temas e linhas de investigação, aspetos conceptuais e inovações metodológicas, enquadrando-os numa perspetiva histórica e cultural, nacional e internacional. Análise de modelos teóricos e autores fundacionais. Reflexão sobre as fortalezas e fragilidades do atual estado da arte da psicologia positiva. Implicações deste domínio para o individuo, o grupo e a sociedade. Apresentação dos autores de referência mais relevantes, e dos marcos históricos – em termos de publicações, de encontros científicos, de associações científicas e de áreas de aplicação.
  • Pretende-se assim que nesta UC se estruture e mapeie a ciência e a prática da psicologia positiva, a sua conceção sobre o funcionamento humano e as suas visões sobre a ciência psicológica e a sociedade, preparando um panorama geral sobre este domínio científico.
Helena Marujo
Helena Marujo

Helena Marujo

Professora Associada do ISCSP-ULisboa;
Coordenadora da Cátedra UNESCO de Educação para a Paz Global Sustentável;
Coordenadora-adjunta da Unidade de Coordenação de Gestão de Recursos Humanos;
Coordenadora de Mestrados e Doutoramentos de Políticas de Desenvolvimento dos Recursos Humanos;
Membro do Council of Advisors da International Positive Psychology Association.

Andreas Krafft
Andreas Krafft

Andreas Krafft

Docente do Institute for Systemic Management and Public Governance, University of St. Gallen na Suiça
Investigador em Psicologia Aplicada, Psicologia Positiva e Psicologia da Saúde
Coordenador do Projeto de Investigação internacional Hope Barometer

Processos de Investigação e de Avaliação em Psicologia Positiva

  • Os objetivos desta unidade curricular são dar a conhecer as várias metodologias de investigação e de avaliação de programas mais utilizadas em psicologia positiva, bem como os métodos e processos de investigação específicos desenvolvidos por autores proeminentes da psicologia positiva.
  • Pretende-se também que os alunos adquiram conhecimentos sobre a sua utilização e aplicação, e contactem diretamente com os métodos, aplicando algumas das metodologias de investigação e de avaliação e acompanhando projetos de pesquisa em curso em Portugal.
  • Serão abordados modelos de avaliação de programas e de investigação em psicologia positiva numa perspetiva de inovação nos temas e processos de investigação. Haverá saliência para a Investigação Transformativa e Apreciativa, o Experience Sampling Method, o Day Reconstruction Method e o CAVE.
Mónica Silva
Mónica Silva

Mónica Silva

Psicóloga Clínica
Formadora acreditada pelo Conselho Científico-Pedagógico da Formação Contínua (CCPFC)
Integra desde 1997 o Serviço de Psicologia e Orientação do Agrupamento de Escolas Agualva Mira Sintra

Chiara Ruini
Chiara Ruini

Chiara Ruini

Professora Associada de Psicologia Clínica da Universidade de Bolonha
Autora de mais de 60 artigos publicados em revistas internacionais de revisão por pares e editou um livro intitulado "Increasing Psychological well-being across cultures” para a série da Springer "Positive Psychology across Cultures"

Psicologia Positiva ao Nível Individual

  • Adquirir conhecimentos nas áreas em que a psicologia positiva mais se tem dedicado à compreensão do funcionamento individual, bem como conhecer as teorias relativas ao bem-estar subjetivo, ao florescimento, à felicidade, às emoções positivas e ao fluir, e ainda desenvolver uma perspetiva sensível à multiculturalidade no que toca a estes processos psicológicos.
  • Para tal, serão abordados temas e modelos de estudo e aplicação da psicologia positiva ao nível da pessoa; analisados modelos de bem-estar psicológico e bem-estar subjetivo, e ainda paradigmas teóricos sobre a felicidade como experiência individual. Todos conduzirão à compreensão e aplicação da psicologia positiva como instrumento de promoção do funcionamento humano ótimo.
Sónia P. Gonçalves
Sónia P. Gonçalves

Sónia P. Gonçalves

Professora Auxiliar do ISCSP-ULisboa;
Especialista em Psicologia da Saúde Ocupacional pela Ordem dos Psicólogos Portugueses, Coordenadora da Unidade de Missão ISCSP-Wellbeing.

Hans H. Knoop
Hans H. Knoop

Hans H. Knoop

Docente Universitário
Membro do Board of Directors of the International Positive Psychology Association (2007-)
Presidente da European Network for Positive Psychology (2010-)
Coordenador da Positive Psychology Research Unit da Danish School of Education (Universidade de Aarhus, Dinamarca)

Comunidades e Nações Positivas

Explorar e compreender os modelos comunitários e coletivos associados aos estudos da felicidade e do bem-estar, em especial numa perspetiva psicossociológica e de avaliação da Felicidade Interna Bruta das nações. Perceber a relevância do contexto no bem-estar dos cidadãos, e aprender como se podem estruturar e desenhar espaços arquitetónicos e naturais de forma a fortalecer esse bem-estar.

Helena Marujo
Helena Marujo

Helena Marujo

Professora Associada do ISCSP-ULisboa;
Coordenadora da Cátedra UNESCO de Educação para a Paz Global Sustentável;
Coordenadora-adjunta da Unidade de Coordenação de Gestão de Recursos Humanos;
Coordenadora de Mestrados e Doutoramentos de Políticas de Desenvolvimento dos Recursos Humanos;
Membro do Council of Advisors da International Positive Psychology Association.

Ruut Veenhoven
Ruut Veenhoven

Ruut Veenhoven

Emeritus-Professor da Erasmus University de Rotterdam
Diretor do World Database of Happiness
Founding editor do Journal of Happiness Studies

Economia, Política e Felicidade Pública

Dotar os alunos de um conhecimento sobre a Economia da Felicidade, no que diz respeito aos seus principais conteúdos e conclusões, e acerca das implicações de política que este mesmo ramo da economia traz. Introduzir os conceitos de Felicidade Publica e de Bens Relacionais, dentro da moldura teórica da economia, de onde são oriundos e onde hoje estão a ser estudados.

Miguel Pereira Lopes
Miguel Pereira Lopes

Miguel Pereira Lopes

Professor Associado com Agregação do ISCSP-ULisboa

Paolo Santori
Paolo Santori

Paolo Santori

Filósofo; Coordenador Científico do Projeto Economy of Francesco School,; Docente na School of Civil Economy; Professor Associado no Departamento de Filosofia da Universidade de Tilburg.

Psicologia Positiva Aplicada

- Nesta Unidade Curricular analisar-se-á a aplicação da Psicologia Positiva a múltiplos contextos – escola, família, saúde, psicoterapia, âmbitos comunitários, organizações e trabalho, coaching, mecanismos jurídico-legais, jornalismo, media e sustentabilidade do planeta.

- Aqui, as intervenções positivas já estudadas em diversos domínios de aplicação coletivos - como as áreas das forças e virtudes de carácter, o sentido de humor, a mindfulness, o optimismo, a esperança, a resiliência e a felicidade - terão uma relevância especial, tendo em atenção aspetos culturais específicos.

- Estudar-se-á assim a vasta área de aplicação da psicologia positiva, tendo em conta simultaneamente as suas riquezas e desafios, ao mesmo tempo que se experimentam pessoalmente algumas das práticas destas aplicações mais estudadas e validadas, e se reflete sobre o seu impacto pessoal, relacional e contextual. A valência prática será o coração desta unidade curricular.

Sara Midões
Sara Midões

Sara Midões

Coodernadora-Executiva Adjunta do Projeto Educação Positiva | Interviver;
Fundadora da Community - Positive Work. Better Lives;
Consultora, Formadora e Positive Psychology Practitioner.

Ilona Boniwell
Ilona Boniwell

Ilona Boniwell

Professora na École Centrale de Paris e na HEC Business School e responsável pelo International MSc in Applied Positive Psychology (I-MAPP) na Anglia Ruskin University (UK and France)
Fundadora e primeira presidente da European Network of Positive Psychology (ENPP)
Coordenadora do primeiro MSc in Applied Positive Psychology da Europa
Fundadora e Diretora da Positron

Estudos Organizacionais Positivos

Do mesmo modo que os estudiosos da psicologia mantiveram durante décadas uma primazia da “lente negativa”, também na Psicologia das Organizações, no Comportamento Organizacional e na Gestão em geral, é a abordagem por défice que predomina, bastando para isso olhar para os modelos de gestão pela qualidade. O objetivo desta Unidade Curricular é assim fornecer aos alunos uma base sobre os conceitos e tópicos que têm sido estudados no âmbito das abordagens mais “positivas” dos estudos organizacionais. Serão explanados conceitos relativos às temáticas do bem-estar nas organizações, do capital psicológico positivo, incluindo ainda a partilhada de estudos de casos reais sobre estas temáticas. Será ainda introduzido o recente tema do Capital Psicológico e discutidas formas de o promover em diversos contextos.

Carlos Botelho
Carlos Botelho

Carlos Botelho

Professor Auxiliar (ISCSP-ULisboa)

Patrícia Jardim da Palma
Patrícia Jardim da Palma

Patrícia Jardim da Palma

Professora Associada com Agregação do ISCSP-ULisboa
Coordenadora da Escola de Liderança Inovação do ISCSP-IFOR
Coordenadora da Unidade de Missão ISCSP-Empreendedorismo

Resiliência e Crescimento Pós-traumático

- Esta unidade curricular centrar-se-á na Resiliência como ferramenta essencial para lidar com a adversidade. O conceito de Crescimento Pós-traumático - relativo à capacidade de desenvolvimento pessoal e mudança construtiva perante uma adversidade particularmente marcante – estará também em destaque.

- Segue-se uma breve descrição de alguns dos conceitos a desenvolver e a aplicar:

  1. Resiliência: Importância e validação empírica; Perfis individuais; Barreiras típicas e atípicas;
  2. Desenvolvimento da Resiliência - ferramentas, personalização e implementação;
  3. Crescimento Pós-traumático: processo, benefícios, caraterísticas individuais e a importância das narrativas pessoais;
  4. Esperança: conceito, metodologias de investigação e promoção, e aplicação a vários contextos.

- Esta unidade curricular terá uma vertente prática vincada. Para acelerar e consolidar a aprendizagem, os alunos terão a oportunidade de aplicar os conceitos abordados em sala de aula de forma imediata nas suas esferas privadas.

Sara Ascenso
Sara Ascenso

Sara Ascenso

Professora Associada e Investigadora em Saúde e Bem-estar, Psicologia da Música;
Psicologia da Performance no Royal Northern College of Music (Manchester);
Advisor na Learning Enhancement Unit no Trinity Laban Conservatoire of Music and Dance (Londres).

Mário Simões
Mário Simões

Mário Simões

Professor Agregado da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa
Diretor do Laboratório de Interação Mente Matéria com Intenção Terapêutica (LIMMIT)

Inquérito Apreciativo e Valores em Ação

Abordar o modelo do Inquérito Apreciativo no contexto da sua ligação com os estudos e metodologias de investigação na área dos Valores e, em especial, dos Valores em Ação. Aprofundar perspetivas da sua aplicação à mudança organizacional e comunitária. Promover o contacto e a verificação da utilidade da literatura sobre forças, valores e virtudes pessoais em contextos organizacionais e sistémicos diversificados; estabelecer e definir as condições de articulação e integração entre esta perspetiva e o modelo da Gestão Coordenada de Sentido. Promover a integração dos limites sobre utilização das Forças; Definir objetivos e metodologias de investigação associados: aprofundar exemplos práticos de forças e virtudes em ação. Serão aqui particularmente desenvolvidos os modelos teóricos e os dados empíricos relativos ao VIA- Values In Action, abordando-se virtudes e forças como a autonomia, autodeterminação, auto-regulação, auto-eficácia, otimismo, gratidão, e sentido de humor.

Zaida Charepe
Zaida Charepe

Zaida Charepe

Professora do Instituto de Ciências da Saúde da Universidade Católica Portuguesa

Jesús Damián Fernandez
Jesús Damián Fernandez

Jesús Damián Fernandez

Técnico de Servicios Sociales (Ayuntamiento de Alcobendas)

Florescimento Humano: Educação, Artes e Humanidades

Aprofundar o conceito de Florescimento Humano e as suas implicações individuais e coletivas. Relevar o papel da educação, das artes e das humanidades nos processos formativos, sociais e políticos. Criar instrumentos práticos para intervenção individual e coletiva, apropriando-se de formas artísticas, criativas e inovadoras de expressão. Ligar a Psicologia Positiva com outras áreas da ciência e das artes onde a inovação é vital, e religar este domínio científico com as suas fundações filosóficas, agora numa perspetiva de atuação e mudança social. É uma unidade curricular com uma vertente prática muito marcada, e dedicada à criação de produtos e programas educativos e lúdicos promotores do florescimento humano.

Miguel Pereira Leite
Miguel Pereira Leite

Miguel Pereira Leite

Jurista, Psicólogo, Consultor;
Mediador de Conflitos do Ministério da Justiça;
Diretor de IPSS;
Membro fundador da APEIPP.

Miriam Akhtar
Miriam Akhtar

Miriam Akhtar

Coach, Consultora e Formadora

Este website usa cookies para otimizar a sua navegação.Ler mais Concordar